domingo, 20 de dezembro de 2009

Valsa Número Um

Dizem que amores vem e vão,
Dizem que a vida é feita de chegadas e partidas,
Dizem que ser vulnerável demais é demais,
Dizem que ser introspectivo demais é demais,

Ouço você me dizer sobre o amor,
Ouço seus passos voltando pra onde veio,
Ouço seu coração estalar em luxúria adolescente,
Ouço meu coração dizer que não para o que sente,

Uso seu amor pra me gratificar,
Uso sua ida pra me crucificar,
Uso seu coração pra me consolar,
Uso o meu batom pra te lambuzar,

Vejo que o amor veio e se foi,
Vejo que quer mas não sabe se volta,
Vejo que foi bom, mas não trancou a porta,
Vejo que fui bom, mas não brinquei de pular corda,

Quero que esse amor permaneça em si,
Quero que um dia você vença e se case enfim,
Quero que o seu corpo volte e tome conta total de mim,
Quero que meu batom te lambuze e te pinte de carmim.

Um comentário:

♡ Amor Além Da Vida ♡ (◡‿◡✿) disse...

Talvez seja um pouco tarde para ser reconhecido pela autentidade nos poemas criados e nos colocados talvez seja essa a hora para repensar e voltar a fazer o q foi dado o dom para fazer ^^
Nunca é tarde para continuar um sonho.